O que um gestor deve saber para evitar acidentes com eletricidade

No Brasil, acidentes de trabalho representam grande parte dos afastamentos dos trabalhadores.

Em 2014, foram registrados 471 mortes decorrentes de acidentes com eletricidade, contra apenas 53 no ano anterior, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Diante disso, é necessário que os gestores que trabalham com eletricidade saibam indicar a melhor forma de proteção e manejo dos equipamentos ao lidar com eletricidade.

Quais são as principais causas dos acidentes de trabalho?

Choque elétrico

É decorrente do contato do trabalhador com fios elétricos desencapados ou equipamentos com defeito no funcionamento

Curto circuito

Acontece quando há contato entre dois que estão com energia e desencapados. Este caso é um dos principais causadores de incêndio, pois gera faísca no momento do contato.

Sobrecarga da tomada

É comum em empresas o uso dos famosos “Ts”, mais conhecidos como benjamim ou adaptador, que servem para manter diversos aparelhos ligados em uma mesma tomada. Porém, muitas vezes é inserido vários Ts, o que torna o acidente ainda mais provável.

Voltagem

A voltagem deve ser seguida a risca e o uso de aparelhos com a voltagem certa pode evitar inúmeros acidentes com eletricidade. Não é indicado de forma alguma usar aparelhos 110 volts em tomadas de 220 volts, por exemplo, pois além de causar acidentes, diminui a vida útil dos aparelhos.

Falta de manutenção

Não se atentar à necessidade da manutenção na rede elétrica e nos aparelhos eletrônicos é um risco gigantesco. A cada 10 anos é necessário se certificar que a rede elétrica não apresenta defeitos que podem causar acidentes graves.

O que um gestor deve fazer para evitar acidentes de trabalho?

É importante que o gestor entenda sobre a gravidade dos acidentes com eletricidade e a suas consequências para a empresa, como afastamento. Para isso é necessário que o gestor tenha treinamento adequado para saber identificar os acidentes que podem vir a acontecer e tomar as devidas providencias, afinal, é obrigação da empresa tomar o ambiente de trabalho seguro e sem riscos à saúde física do funcionário. Para que o gestor consiga zelar pela saúde de seus trabalhadores é importante que ele tenha um curso sobre as normas que regulamentam a segurança no trabalho, como a NR10, por exemplo.

O que é NR10?

A norma regulamentadora NR10 aborda um conjunto de procedimentos para a área de segurança do trabalho em instalações elétricas, esta visa garantir que o empregado esteja em um local seguro e sem riscos de acidentes. Os itens dispostos pela NR10 são de caráter preventivo quanto aos acidentes com eletricidade.

Curso NR10

O curso NR10 tem como objetivo tornar o gestor apto a evitar acidentes de trabalho decorrentes da eletricidade, mostra os riscos de instalações elétricas como choques, queimaduras, apresenta medidas de controles do risco elétrico, as rotinas de trabalho como inspeções de áreas de serviço, ferramentas e equipamentos, proteção contra incêndio noções básicas, medidas preventivas de extinção, quais são os acidentes de origem elétrica, suas consequências para o trabalhador e como evitá-los e também mostra a responsabilidade do gestor e da empresa em caso de acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =